fale conosco

16 99162.6100

Notícias » Ablação térmica de tumores hepáticos é coberta por convênios

« VOLTAR


05/02/2014

Procedimento entrou no rol da ANS em 2014

Desde 2014 a ablação térmica (ablação por radiofrequência, radioablação, ablação por microondas etc.) de tumores hepáticos passou a ter a cobertura obrigatória pelas operadoras de saúde por determinação da ANS – Agência Nacional de Saúde.

O procedimento, minimamente invasivo, é curativo para lesões até 3,5 cm, nestas situações com taxas de cura semelhantes à cirurgia. 

É realizado através de punção percutânea guiada por diferentes métodos de imagem (ultrassonografia, tomografia computadorizada ou ressonância magnética), sob anestesia.

Considerado recurso médico para o tratamento do câncer de fígado indicado em algumas situações, e que permite um tempo menor de internação, com recuperação mais rápida.

Apesar de ainda não estar contemplado pela ANS para tratamento de outros tipos de tumores, a ablação por radiofrequência é indicado para alguns casos de tumores em outros sítios além do fígado: rim, adrenal, pulmão e osso são outras topografias passíveis de tratamento.

Fonte:
1. www.sobrice.org.br
2. Vascular and Interventional Radiology: The Requisites; Ed. Elsevier